Reposição de stock é a “principal dificuldade” da Fundação Anita Pina Calado

IPSS funciona no Teixoso
0
866

Rui F.L.Delgado

A Fundação Anita Pina Calado do Teixoso existe desde 10 de Julho de 1952 (data dos estatutos). No entanto, o Centro de Dia tem aproximadamente 40 anos, e o Serviço de Apoio Domiciliário e Lar vai fazer duas décadas. Mas, na sua missão social, conta ainda com cantina social, banco alimentar e programa de emergência alimentar. O quadro de pessoal da instituição é constituído por 42 colaboradores. Diariamente, tem uma “Equipa Espelho” que conta com 20 colaboradores.

Arménio Baltazar, presidente da Fundação, assegura que esta disponibiliza aos colaboradores todos os equipamentos de protecção individual necessários, por forma a proteger os seus bens “mais preciosos, que são os seus recursos humanos e os seus utentes”. No entanto, há algumas dificuldades. “Realizámos atempadamente investimentos na aquisição de luvas, máscaras, líquido desinfectante, toucas, batas descartáveis. Contudo, neste momento, temos sentido dificuldades na reposição do stock existente de determinado equipamento, principalmente luvas e líquido desinfectante. Mesmo assim, apesar da oferta ser reduzida, os artigos que existem no mercado são comercializados a preços exorbitantes”.

Comments are closed.