“Sou o primeiro a reconhecer que há sempre mais para fazer”

David Silva (ind)
1
168

Porque se candidata á sua freguesia?

Sou candidato à Junta de Freguesia de Tortosendo, pela última vez, para cumprir o terceiro mandato, com mais motivação que nunca e com ambição redobrada para fazer muito pelo Tortosendo e ciente de que se muito foi feito. Sou o primeiro a reconhecer que há sempre mais para fazer. Não poderia virar costas à freguesia onde nasci, cresci e onde sempre vivi. Há projectos para concluir e projectos estruturantes para o futuro que vou concretizar. Vou continuar, como sempre, a lutar pela defesa dos interesses do Tortosendo e dos Tortosendenses.

Que avaliação faz dos últimos quatros?

Atendendo às condicionantes que a pandemia nos trouxe, não nos escondemos atrás dela para não fazer. Não faltou a apoio às associações e instituições da freguesia, aos seus projectos e actividades. Dentro do nosso quadro de competências e com os meios disponíveis, procurámos fazer sempre mais do que estava ao nosso alcance, como a título de exemplo, a limpeza da freguesia, arranjo de caminhos, beneficiações dos jardins de infância e escolas EB 1, criação de zona de lazer do Largo da Feira, limpeza de bermas e valetas, apoio a iniciativas que trouxeram centenas e centenas de pessoas ao Tortosendo,  apoio social, apoio a empresas,  entre tantas e tantas realizações que fazem com que este mandato tenha uma avaliação francamente positiva. E deram-se importantes passos para transformar o próximo mandato numa realidade completamente diferente nomeadamente a assinatura do auto de Transferência de Competências para as freguesias, que trará para o Tortosendo muitos mais recursos.

Texto completo na edição papel do NC.