Teatro das Beiras prossegue digressão por 16 freguesias

Peça “Pequeno Retábulo de García Lorca”, estreada em 2020, é apresentada em espaços ao ar livre
0
317

Depois de iniciar a itinerância do espectáculo “Pequeno Retábulo de García Lorca” na última sexta-feira, 8, na Covilhã, o Teatro das Beiras parte em digressão por 16 freguesias do concelho, para levar a peça a outros públicos e contribuir para a descentralização da cultura, assim como fazer com que o seu trabalho chegue a mais gente.

Na próxima sexta-feira e sábado é a vez de o Teixoso e Unhais da Serra receberem a encenação criada a partir de textos de García Lorca, inclusive os que o dramaturgo apresentava “com a sua companhia, de povoação em povoação”, comparou o diretor do Teatro das Beiras, Fernando Sena, durante a apresentação do conjunto de espectáculos, sexta-feira, na Câmara da Covilhã, que apoia o projecto.

“É uma descentralização da descentralização”, frisou Fernando Sena, aludindo ao trabalho do Teatro das Beiras e ao hábito de levar às freguesias a sua arte, como acontece desde a profissionalização do então Grupo de Intervenção Cultural da Covilhã, em 1984.

O diretor do Teatro das Beiras informou que este ano estarão pela primeira vez em algumas freguesias e destacou ser um público diferente do que vai ao auditório da companhia.

“É um público bastante diferente, que desde o início do espectáculo é muito atento e segue vivamente todos os passos. Estamos a fazer serviço público e é uma obrigação do Teatro das Beiras fazer este trabalho”, realçou Fernando Sena.

Para o vereador com o pelouro do Associativismo, José Miguel Oliveira, é a disseminação do teatro” que está a ser levada a cabo.

“Para nós, esta parceria é importante, numa altura em que as famílias regressam às aldeias”, vincou o autarca, sublinhando ser para a Câmara da Covilhã motivo “de regozijo” a “estratégia de disseminar a cultura a nível da cidade, mas também levá-la aos quatro cantos do concelho”.

O vereador alertou ainda para a adesão a estes espectáculos ao ar livre nas freguesias e a forma “até efusiva” como os protagonistas são recebidos em cima do palco.

Com dramaturgia e encenação de Gil Salgueiro Nave, a peça “Pequeno Retábulo de García Lorca” é uma criação original de 2020, a partir da obra do dramaturgo espanhol, e que integra poesia, música e teatro.

Em cena estão presentes marcas de várias áreas, como as artes plásticas, a literatura, a música ou o cinema, reflexo da “universalidade da obra do autor”.

A peça é interpretada por Gonçalo Babo, Paulo Monteiro, Sílvia Morais, Susana Gouveia e Tiago Moreira.

Depois do Teixoso, a peça inspirada em García Lorca segue para por Unhais da Serra, Dominguiso, Cantar-Galo, Vila do Carvalho, Peraboa, Paul, Casegas, Orjais, São Jorge da Beira, Verdelhos, Cortes do Meio, Boidobra, Ferro, Tortosendo e Sobral de São Miguel.

Datas do périplo pelas freguesias:

15 Julho – 22h – Teixoso (Praça de Portugal)

16 Julho – 22h – Unhais da Serra (Prainha)

19 Julho – 22h – Dominguizo

 21 Julho – 22h – Cantar Galo (Complexo Desportivo)

22 Julho – 22h – Vila do Carvalho (Largo da Igreja)

23 Julho – 22h – Peraboa (Largo Espírito Santo)

28 Julho – 22h – Paul (Largo do Mercado)

29 Julho – 22h – Casegas (Lameiro da Ribeira)

31 Julho – 22h – Orjais (Rinque)

02 Agosto – 22h – S. Jorge da Beira (Escola Primária)

03 Agosto – 22h – Verdelhos (Praia Fluvial)

04 Agosto – 22h – Cortes do Meio (Largo da Capela)

05 Agosto – 22h – Boidobra (Parque Duppigheim)

 

10 Agosto – 22h > Ferro (Parque das Festas)

 

11 Agosto – 22h – Tortosendo (Parque de S. Miguel)

 

12 Agosto – 22h – Sobral de S. Miguel (Santa Bárbara)

 

Comments are closed.