Transporte escolar já é feito pela Câmara

Com viaturas próprias e carrinhas de instituições e colectividades do concelho, autarquia iniciou na passada semana a rede de transportes escolares própria, como forma de reduzir gastos
1
331

Este ano, no concelho de Belmonte, não irá ver autocarros das principais empresas de transportes colectivos de passageiros da região a levar ou trazer alunos para as escolas do concelho. Com o início do ano lectivo, na passada quinta-feira, 16, essa tarefa passou a ser realizada directamente pela Câmara, com autocarros próprios, um minibus, carrinhas de nove lugares, e algumas carrinhas, quer da Santa Casa da Misericórdia, quer a União Desportiva Cariense. O objectivo: reduzir a despesa que, anualmente, os transportes escolares traziam ao município.

Recorde-se que em Maio deste ano, numa sessão ordinária da Assembleia Municipal, o autarca local, Dias Rocha, anunciou esta medida, que já está no terreno, lembrando os enormes custos nesta área, em especial, durante a pandemia. Segundo o autarca, a Câmara gastava cerca de 1200 euros diários para transportar alunos dentro do concelho. “Isto é quase incomportável. O Governo tem que ajudar, e saber que isto não pode ser” afirmava o presidente da Câmara de Belmonte. O autarca lembrava que “a renda” tinha subido devido à pandemia.

Por exemplo, de Caria para Belmonte viajavam, diariamente, 48 alunos, que tinham que vir por duas vezes, devido à lotação máxima permitida. Ou seja, diariamente, isso implicava mais quatro trajectos entre as duas localidades. Nessa sessão, os deputados acabariam por aprovar a contratação de um empréstimo de 150 mil euros para a aquisição de um autocarro e um minibus, que já estão ao serviço.  Em anos anteriores, a autarquia já adjudicou serviços à Transdev, à empresa do Sabugal Viúva Monteiro e à Auto Transportes do Fundão. “Estamos a pagar mais de mil euros por dia em transportes escolares. Serão viaturas que não são novas, mas servem os nossos interesses. Não podemos continuar a suportar estes custos” afirmava o presidente da Câmara.

Texto completo na edição papel do NC.