Wender diz que equipa “vendeu um sonho a mais” no início da época

O técnico, que foi afastado do comando técnico do Sporting da Covilhã, diz que as exibições no início da época fizeram as pessoas acreditar nos serranos
0
511

Ana Ribeiro Rodrigues

Wender, que deixou o comando técnico do Sporting da Covilhã na terça-feira, 19, no mesmo dia em que foi apresentado o sucessor, Filó, afirmou ter condições para continuar no emblema da II Liga de futebol e disse que o desempenho da equipa no início da época “vendeu um sonho a mais” aos adeptos.

“Com união, entrega, fomos ultrapassando os adversários, fomos acreditando e, naturalmente, por esse processo de treino, vendemos um sonho a mais às pessoas. As pessoas começaram a acreditar que era possível. E é. Hoje em dia já temos um grupo mais capacitado”, disse Wender, ao NC, já depois de se ter despedido do plantel.

O treinador brasileiro está convencido que foram os resultados a ditarem a sua saída, mostrou-se surpreendido com a rescisão e frisou que “gostava de continuar” pelo grupo de trabalho, que “abraçou uma ideia de jogo, uma filosofia de jogar para a frente”.

Wender Said, treinador dos serranos desde o início da temporada, sublinhou ter encontrado uma “equipa em construção”, com poucas soluções, mas que conseguiu ser superior “a adversários com muito poder financeiro” e “isso não se notava em campo, “fruto de um trabalho, de os jogadores acreditarem, de uma equipa mais coletiva do que individual”.

O técnico considerou que a equipa, que não vencia para o campeonato há seis jogos, tem criado oportunidades, “é aguerrida” e tem “implementado um processo”.

A diferença para o promissor início de temporada tem sido “a sorte, a diferença entre a bola bater no poste e sair ou bater e entrar”, perspetiva que considera “redutora”, embora tenha referido que “são as pessoas que têm de julgar”.

Texto completo na edição papel do NC.

Comments are closed.